Destaques

Grid List

O Parlamento Juvenil lançou no passado dia 18 de Junho, uma iniciativa de empoderamento de adolescentes e jovens,através da consciencialização, engajamento na governação e mobilização social nas províncias de Tete, Zambézia, Nampula e Maputo-Cidade, concretamente nos distritos de Angónia e Macanga; Ribaué e Angoche; Angoche e Gurué e Distrito Municipal KaMaxaquene.

O Parlamento Juvenil, movimento de advocacia em prol dos direitos e prioridades da juventude, está a acompanhar com profunda inquietação a crise política, económica e social que assola o país. Nos últimos anos, Moçambique se afirmou no panorama internacional como referência e exemplo de reconciliação pacífica e crescimento económico, mesmo que ainda não traduzido em desenvolvimento inclusivo. Hoje, somos chamados a conjugar o verbo no passado!


Moçambique está a ser atravessado por um ANJO MAU caracterizado por um período de crise de quase tudo e confiança em quase nada. Uma crise generalizada e absoluta abate-se sobre o país e, nos intima a um novo Pensar Moçambique. Um Pensar Moçambique que não pode ser mais comunicado dos dirigentes ao povo através do escrutínio das fontes das boas ideias baseado nas relações de simpatia e poder.

(28.03.2016): Os 17 activistas foram condenados pelos crimes de “actos preparatórios de rebelião e associação de malfeitores”, com penas distintas entre eles que variam de 2 a 8 anos de prisão.

Nesta bancada se discutem assuntos transversais da sociedade, onde a educação surge como a base que norteia a convivência social. Estão em destaque para esta bancada, as seguintes temáticas:

  • Sistema formal de educação
  • Financiamento e bolsas de estudo
  • Investigação científica
  • Ambiente e Qualidade de ensino
  • Equidade de direitos, desigualdades e Exclusão
  • Papeis sociais
  • Saúde Sexual e Reprodutiva e, HIV/SIDA
  • Acesso a serviços de saúde
  • Reinserção social
  • Integração na sociedade e endoculturação
  • Comportamentos de risco
  • Educação cívica e participação social
  • Coesão da juventude
  • Voluntariado
  • Treino e desenvolvimento vocacional
  • Empoderamento da mulher jovem
  • Deficiência
  • Sistema prisional
  • Acesso a justiça e serviços públicos

Esta bancada se pressupõe a discutir assuntos relacionados com a economia de Moçambique e não só, com vista a perspectivar um desenvolvimento que se reflicta na vida quotidiana dos moçambicanos. Os assuntos em debate se circunscrevem a:

  • Trabalho e emprego
  • Empreendedorismo
  • Tecnologias de comunicação e informação
  • Habitação
  • Custo de vida
  • Segurança publica
  • Mudanças climáticas e aquecimento global
  • Investimento externo e Mega-projectos
  • Energias renováveis
  • Distrito: pólos de desenvolvimento democrático
  • Pobreza
  • Benefício comunitário relativo ao turismo
  • Financiamento e incentivos ao empresariado
  • Gestão ambiental
  • Distribuição de riqueza, tributação e bem-estar

A bancada pretende discutir assuntos relacionados com a democracia e governação nas diversas esferas, onde se destacam as seguintes temáticas:

  • Participação nos processos de decisão
  • Cidadania
  • Corrupção, transparência e responsabilização
  • Unidade nacional
  • Eleições
  • Fóruns juvenis
  • Conflitos inter-geracionais
  • Acesso à informação
  • Direitos humanos e da juventude
  • Integração regional
  • Globalização
  • Planificação e orçamentação participativa